O projeto aponta a implantação até 2022

O projeto aponta a implantação até 2022

Os benefícios da plataforma com a blockchain incluem serviços públicos aprimorados nos processos de contabilidade e troca de informações, reduzindo a burocracia e combatendo principalmente a corrupção.

Nesta semana, o Brasil instituiu sua Estratégia de Governo Digital através do uso da blockchain pelo decreto 10332/2020. 

O decreto visa estabelecer a economia digital que beneficiará bastante após a pandemia do coronavírus, segundo a pesquisa feita pela DMEXCO na Alemanha.

O governo brasileiro estabeleceu diretrizes para a transformação de serviços digitais, a unificação de canais digitais e o desenvolvimento da interoperabilidade entre sistemas. 

Os objetivos da estratégia do governo digital no Brasil são: 
Oferecer serviços digitais públicos intuitivos e direitos; 
Consolidados em uma única plataforma;
Promover a integração e interoperabilidade de bancos de dados governamentais;
Implementar a lei de dados gerais;
Disponibilizar a identificação digital do cidadão;
Otimizar a infraestruturas de tecnologia da informação.

Segundo o decreto, o governo pretende implementar a criação de uma rede blockchain do Governo Federal interoperável, com uso de identificação confiável e de algoritmos seguros. 

Os serviços por meio de soluções de blockchain na administração pública federal será desenvolvidos até 2022. 

A blockchain pode agregar valor ao setor público devido às suas propriedades de resiliência imutável, transparentes, rastreáveis, confiáveis e operacionais. 

Os benefícios da plataforma com a blockchain incluem serviços públicos aprimorados nos processos de contabilidade e troca de informações, reduzindo a burocracia e combatendo principalmente a corrupção. 

A estratégia do governo digital com o uso da blockchain interrompe as atividades fraudulentas, promove maior automação e confiança de civis e empresas nos processos governamentais. 

Além de reduzir os custos de verificação, que abrange todas as taxas necessárias para verificar os atributos de uma transação específica e manutenção da rede, que compreendem toda a força de trabalho e capital necessário para garantir que as transações ocorram em uma infraestrutura tradicional. 
Os serviços públicos com tal tecnologia são mais eficientes, melhorando os processos de negócios para os atores do governo em qualquer nível e promovendo a criação de registros públicos mais seguro.

As soluções blockchain podem ajudar a minimizar a corrupção no país, com sistemas invioláveis. Contudo, o país possui um número alto de falta de educação digital na população, o que pode ser um desafio para a transição dos sistemas atuais para a blockchain.

Fonte: https://beincrypto.com.br/

Compartilhe:

Comente!

Nome*

Telefone

Comentário*

    Ninguém comentou ainda, seja o primeiro.